Ex-prefeito denuncia indícios de montagem em extrato bancário

Por meio das redes sociais, o ex-prefeito prefeito Einstein Barbosa se pronunciou na noite desta terça-feira, 03.

Veja a nota  do ex-gestor na íntegra

Indícios de montagem de documento publicado pela assessoria de imprensa da prefeitura de Macau

“A Assessoria de Imprensa do atual prefeito Tulio publicou matéria informando que eu teria emitido cheques sem fundo, pois a conta única da Prefeitura (conta nº 5628-6) estaria com saldo de R$ 3.610,32 em 02/01/2017.
Porém, o documento apresentado tem diversos aspectos que indicam uma montagem grosseira, a saber:
1) O documento demonstra que existe um recorte no meio, ou seja, foram juntadas partes diferentes para criá-lo;
2) A parte de cima do documento está desalinhada (torta), enquanto a parte de baixo está alinhada (reta);
3) A parte de cima do documento informa que se trata de extrato da conta, mas a parte de baixo mostra apenas o saldo de investimento (o que é diferente do saldo da conta);
4) O documento se refere ao dia 02/01/2017, podendo ter ocorrido movimentação após o término da minha gestão.
Além disso, o demonstrativo de arrecadação do Banco do Brasil confirma que houve o crédito na conta única da Prefeitura de Macau no dia 30/12/2016 no valor total de R$ 1.269.058,39 e líquido de R$ 831.237,41, valor suficiente para quitar os cheques emitidos na mesma data.

Qualquer pessoa pode consultar essa informação no site do Banco do Brasil, através do link abaixo:
https://www42.bb.com.br/…/beneficiario,802,4647,4652,0,1.bbx
Portanto, se o prefeito Tulio resolveu sustar os cheques, não foi por insuficiência de fundos.”

15895178_1517273744968388_8250885624572322075_n 15825811_1517287661633663_5834343457017653914_n

facebooktwittergoogle_pluspinterest
Deixe um comentário